Brazil’s President Michel Temer leaves Planalto Palace in Brasilia, Brazil, May 20, 2017. REUTERS/Ueslei Marcelino

  • 25/04/2016 – Vice- presidente Michel Temer – fotos solo
    Michel Temer, Vice-Presidente, fotos solo
    Foto: ASCOM- VPRO presidente Michel Temer (PMDB) voltou a negar que renuncie em meio à crise que assola o governo desde a divulgação da delação premiada dos irmãos Batista, donos da J&F. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o peemedebista se disse inocente das suspeitas que levaram à abertura de uma investigação contra ele no STF (Supremo Tribunal Federal).
  • “Mantenho a serenidade, especialmente na medida em que eu disse: eu não vou renunciar. Se quiserem, me derrubem, porque, se eu renuncio, é uma declaração de culpa”, disse o presidente.
  • Questionado sobre a atitude do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que foi flagrado recebendo uma mala com R$ 500 mil em uma pizzaria de São Paulo, o presidente defendeu o parlamentar.
  • “Ele é de boa índole, de muito boa índole. Eu o conheci como deputado, depois foi para o meu gabinete na Vice-Presidência, depois me acompanhou na Presidência, mas um homem de muito boa índole”.
    O dinheiro entregue a Rocha Loures por um executivo da J&F seria para que o parlamentar atuasse no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) em favor dos interesses da empresa.
  • Segundo o empresário Joesley Batista, os valores seriam repassados a Temer: R$ 2 milhões por mês durante 20 anos, caso a questão do grupo fosse resolvida.
  • Na gravação da conversa que Joesley entregou para a Procuradoria-Geral da República, Temer indica Rocha Loures como a pessoa com quem o dono da J&F poderia tratar diretamente.

 

 

 

 

 

http://r7.com/vwHa